• azulpitanga

Casa 3x10

Atualizado: 2 de Dez de 2019

3 metros x 10 metros de desafio: residência para uma família com 4 pesssoas utilizando materiais e mix de técnicas construtivas para otimizar os espaços.



"Uma experiência muito especial para a azulpitanga. Muito afeto e sincronicidades envolvido em todas as etapas: do contato com a cliente Rosana (Brasília/DF), com os futuros moradores, Alexandra, Cícero e seus dois filhos, passando por toda parceria com o mestre de toda essas artimanhas construtivas Ciçô e sua família que foram cruciais para o andamento da obra, aos que contribuíram financeiramente ou energeticamente para ser possível presentear essa família com um lar próprio, aos anjos e santos que nos protegeram e nos iluminaram em cada decisão e a vida alegre e feliz com a qual é possível transbordar amor e felicidade para todos."


A Casa 3x10 leva esse nome por estar implantada em um lote de 30m² (3m de frente por 10m de profundidade) na cidade de Juazeiro do Norte - CE. O bairro popular João Cabral, o qual a residência está localizada, é carregado de uma ambígua notoriedade, de um lado o estigma do bairro mais violento da cidade, fruto de uma ocupação periférica, e do outro a cultura pulsante, grupos da cultura popular e de tradição (reisado, maneiro pau, bacamarte, maculelê, entre outros) tornam os cortejos manifestações frequentes nas suas ruas.


Uma casa mínima para uma família composta por um casal e dois filhos. O desafio foi definir minuciosamente cada detalhe para garantir uma maior fluidez espacial com um conforto ambiental (térmico, acústico e lumínico) e um melhor aproveitamento da ventilação para proporcionar bem estar aos moradores.


Quais as estratégias? Desde reduzir ao máximo o número e as dimensões das paredes até a escolha dos materiais que compõem cada uma delas, com paredes internas de ferrocimento com 5cm de espessura e paredes externas de tijolo de solo cimento (25x12x6,5cm) que constitui uma pele respirante da edificação; filtrar as entradas de iluminação com venezianas móveis para permitir uma boa iluminação e ventilação natural; a inserção de um pequeno pátio central, área destinada à circulação vertical, com fechamento superior feito por uma clarabóia que além de iluminar o centro da casa estimula a constante saída de ar quente.


Dessa forma foram construídos um total de 60m². No térreo uma sala de estar integrada à cozinha e sala de jantar; e área de serviço com lavabo e depósito. E no primeiro pavimento foram dispostos dois quartos, varandas (sonho da cliente) e um banheiro.


Materiais


A casa foi pensada de modo a utilizar o mínimo de revestimentos, explorando dessa forma, os elementos construtivos de piso, parede e teto no estado natural aparente do material. Esse recurso além de minimizar os custos incentiva a pesquisa por novos materiais, e soluções que minimizem o tempo e limpeza da obra.


Priorizar a utilização de materiais produzidos na região também foi uma máxima do projeto, que fez uso de tijolos de solo cimento e de cobogos produzidos em Juazeiro do Norte, ladrilhos hidráulicos produzidos artesanalmente em Barbalha, paredes de ferrocimento e piso em cimento polido produzidos em loco.


A laje do primeiro pavimento é de madeira angelim pedra, uma vez que também essa já serve como assoalho para os quartos. Essas lajes se adaptam muito bem ao clima de juazeiro quente e seco. O concreto foi utilizado apenas na laje do banheiro. A cobertura da casa foi feita com telha sanduíche.


FICHA TÉCNICA

Localização: Rua Padre Nestor Sampaio, 113, João Cabral, Juazeiro do Norte (CE)

Projeto e acompanhamento: azulpitanga

Bioconstrutor: Ciçô e família

Marcenaria: Félix / Madeireira Nossa Senhora de Fátima, Barbalha (CE)

Ladrilhos hidráulicos: Fábrica de mosaicos, Barbalha (CE)

10,810 visualizações
Quer acompanhar nossas novidades? Assina.

© 2019 por azulpitanga.